Afinal, o que é o Novembro Azul?

O Novembro Azul é uma campanha de conscientização sobre a prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de próstata. Recentemente, o movimento também ressalta a importância de outros cuidados com a saúde que todo homem deve ter.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), a cada 38 minutos um homem morre devido ao câncer de próstata. No Brasil, esse câncer é um dos mais comuns e estima-se que ele afeta cerca de 29% da população masculina. Por conta disso, é muito importante se prevenir e entender as causas desse problema de saúde. Para saber mais sobre o tema, leia até o final!

Como surgiu o Novembro Azul?

O Novembro Azul começou em 2003, na Austrália. Idealizado por Travis Garon e Luke Slattery, o movimento começou quando os dois amigos deixaram seus bigodes crescerem para chamar a atenção e associar esse símbolo com a conscientização sobre a saúde masculina. O mês de novembro foi escolhido, pois 17 de novembro é o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata.

No ano nasceu a Movember Foundation, uma organização sem fins lucrativos que busca a arrecadação de fundos para combater o câncer de próstata. O nome foi criado a partir da união de duas palavras em inglês: moustache (bigode) e november (novembro).

Com o passar do tempo, o movimento ganhou notoriedade e se espalhou por mais de 20 países. A campanha chegou no Brasil em 2008 e hoje é marcada por palestras e ações para conscientizar não só os homens, mas também suas esposas, filhos e a população em geral sobre a importância da prevenção e diagnóstico do câncer de próstata para que mais pessoas possam sobreviver a esta doença.

Contudo, cabe ressaltar que o Instituto Nacional de Câncer é contra o mapeamento e o rastreamento do câncer de próstata sem que haja critérios ou fatores de risco associados. O objetivo dessa recomendação é evitar biópsias desnecessárias e possíveis resultados falso-positivos.

Quais são as causas do câncer de próstata?

As causas do câncer de próstata ainda não são conhecidas porém, essa doença possui uma série de fatores de risco associados, entre eles:

  • Idade acima de 50 anos;
  • Histórico familiar da doença;
  • Problemas hormonais;
  • Hábitos alimentares (dietas ricas em gordura e com poucas frutas e vegetais);
  • Sedentarismo;
  • Sobrepeso.

Além disso, caso você tenha algum portador de câncer na família e mais de 40 anos, recomenda-se a realização dos exames para detectar o câncer de próstata regularmente.

Como prevenir o câncer de próstata?

As principais formas de prevenção do câncer de próstata estão relacionadas a um estilo de vida saudável, confira algumas dicas:

Como diagnosticar o câncer de próstata?

Atualmente existem duas formas de se diagnosticar o câncer de próstata, que são:

  1. Exame de toque retal:

Nesse exame, o médico avalia o tamanho, a forma e a textura da próstata através da introdução do dedo protegido por uma luva lubrificante no reto do paciente.

  1. Exame de PSA:

O PSA é um exame de sangue que vai medir o Antígeno Prostático Específico, uma proteína produzida pela próstata. Altos níveis de PSA podem ser sinal de câncer, mas também de muitas outras doenças benignas. Por esse motivo, ele é considerado um exame preliminar.Agora que você já sabe o que é Novembro Azul, os fatores de risco do câncer de próstata e os métodos para diagnosticar e prevenir essa doença, fique atento! Mude seus hábitos e caso você apresente alguma das características que aumentam as chances de ter câncer de próstata, consulte um médico urologista.

Sabia que contratando o Ôn Vida+ você consegue fazer esses e outros exames com 80% de desconto? Confira!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × cinco =